Secretaria de Saúde emite alerta para casos de mialgia aguda na Bahia

Em virtude dos casos de mialgia aguda notificados pela Secretaria da Saúde da Bahia, a Secretaria de Saúde de Sergipe, através do Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde no Estado de Sergipe (CIEVS-SE), alerta as unidades de saúde do estado e a população, quanto a possíveis suspeitas que possam surgir em Sergipe.

Apesar de, até o momento, não existir nenhuma notificação suspeita de pacientes com quadro clínico semelhante em nosso estado, diante das evidências dessa ocorrência em Salvador e pela falta de identificação do agente etiológico e da possível forma de transmissão, o CIEVS-SE emitiu um alerta epidemiológico (para ler na íntegra, clique aqui) com recomendações de condutas e orientações para as equipes de saúde, principalmente, a da rede de urgência e emergência, objetivando identificar possíveis quadros suspeitos, colaborando na elucidação do evento e adotar medidas cabíveis.

Histórico
No dia 16 de dezembro, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia publicou nota técnica, informando que, no dia 14, havia sido noticiado o atendimento de nove pessoas em uma unidade hospitalar com quadro de mialgia de origem não especificada, pertencentes a três famílias diferentes, com os seguintes sintomas:  dor muscular intensa e de início súbito nas regiões cervical e trapézio, seguido por dores musculares intensas em braços, dorso, coxas e panturrilhas. Todos os pacientes apresentaram elevações significativas de enzimas musculares e urina turva (cor de coca-cola). Quatro pacientes apresentaram exantema discreto. Um dos pacientes desenvolveu insuficiência renal aguda, com resolução com hidratação.  Não houve relato de febre, artralgia, cefaleia, sintomas respiratórios ou gastrointestinais.

Na existência de casos que apresentem esses sintomas, deverá ser realizada  a notificação imediata ao CIEVS-SE, através do telefone 0800-282-282-2 ou do e-mail notifica@saude.se.gov.br

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA