Magia do Natal encanta pacientes na Pediatria do Huse

Por Katiane Menezes

Com a célebre expressão, “ho, ho, ho, Feliz Natal”, o Papai Noel deu início à comemoração antecipada para as crianças do Hospital Pediátrico José Machado de Souza, localizado no Hospital de Urgências de Sergipe (Huse). Envolvidos por uma decoração especial, os pequenos pacientes brincaram, ganharam presentes e se divertiram com acompanhantes e funcionários da unidade, esquecendo, pelo menos naquele instante, os problemas de saúde que estão enfrentando.

A programação contou com a participação dos ‘Anjos da Enfermagem’, um grupo formado há seis anos, por estudantes da Universidade Tiradentes (Unit) e da Faculdade de Sergipe (Fase), que anima os pacientes internados, minimizando a dor através de atividades lúdicas. Caracterizados de palhaços, eles levaram a brincadeira a sério e arrancaram sorrisos dos rostos que, antes, eram somente tristeza. A cantora Manu Sierra também participou do evento, animando o ambiente com repertório variado e cheio de amor.

“Como muitos pacientes vão passar o dia do Natal internados na unidade, antecipar a festa foi um meio de levar a alegria e a magia natalina para todas as nossas crianças. A integração dos nossos colaboradores com os familiares e acompanhantes dos pequenos também foi muito importante. A festa foi linda e organizada com muito amor para os pacientes”, declarou a coordenadora da Pediatria do Huse, Cristiane Barreto.

A secretária de Estado da Saúde, Conceição Mendonça, prestigiou a festa e falou sobre o quanto é gratificante esse tipo de humanização e acolhimento para a saúde das crianças internadas. “Estou encantada com tudo que presenciei aqui. É muito amor envolvido e é isso que faz a máquina girar e tudo ocorrer bem. Um momento de solidariedade e integração dos colaboradores com a família dos pacientes. Tudo feito com muito amor e acolhimento. Estão todos de parabéns pela organização desse dia mágico”, enfatizou.

Encantamento

O momento especial da festa foi com a chegada do Papai Noel. Ele levou um saco repleto de brinquedos, amor no coração e encantamento no olhar. As crianças tiraram fotos e logo se organizaram em fila para ganhar o presente. O assessor técnico da Pediatria, Jardel Macêdo, afirmou que se sente realizado em alimentar esse sonho na imaginação das crianças, e agradeceu a dedicação de todos pelo sucesso da festa.

“Estou muito feliz em poder trazer mais uma vez para as crianças esse personagem tão importante e cheio de amor que é o Papai Noel. Há um mês que a gente se organiza para deixar tudo exatamente assim, cheio de alegria. É muito gratificante vê o sorriso e a emoção no rosto de cada um. Que o menino Jesus fortaleça, ainda mais, essa união, e esteja no coração de cada um”, ressaltou.

Durante a festa foi servido uma nutrição especial para as crianças e um lanche para as mães, e os colaboradores participaram de sorteios de cestas natalinas. A gerente do Pronto Socorro Pediátrico, Silvânia Cardoso, disse que está realizada em contribuir com mais um momento de alegria e integração. “Tenho certeza que esse foi um dia inesquecível para as nossas crianças. Descobrimos que com pequenos gestos podemos fazer grandes momentos. Obrigada aos amigos, parceiros e colaboradores. Vocês plantaram esperança e hoje estão colhendo alegria”, afirmou.

A superintendente do Huse, Lycia Diniz, participou da celebração natalina na Pediatria e ressaltou que o momento é de agradecimento. “Não podemos esquecer de agradecer a parceria, a amizade e o respeito conquistados ao longo do ano. Somos uma família e não podemos passar o Natal em branco e comemorar com as nossas crianças é sempre gratificante”, disse.

Agradecimento

Muitos dos pacientes internados na pediatria do Huse já sabem que vão passar as festas natalinas no leito do hospital para concluírem o tratamento. Para os que já receberam alta médica, o Natal terá apenas um sentido: agradecimento. Foi o que aconteceu com a dona de casa Maria do Carmo de Jesus, mãe de Maria Eduarda Santos, de 8 anos, que sofreu um trauma no maxilar.

“Só tenho que agradecer a Deus pela recuperação da minha filha e pedir pelos que estão aqui internados. Agradecer também o tratamento recebido e o amor dos funcionários com nossas crianças. A festa está linda e quem vai passar o dia de Natal internado já sente um pouco de alívio em ter essas comemorações”, opinou.

A dona de casa Geângela Freitas, pretende passar o Natal em casa. Ela é mãe de Miguel Antônio, de seis meses de idade, e que está internado há uma semana para tratar uma infecção respiratória. “Estou muito confiante que ele vai ficar curado e que os antibióticos vão agir para ele ficar bom e a gente passar o dia de Natal em casa. Essa festa está muito emocionante”, concluiu.

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA