Delegações chegam a Aracaju para participar de Mundial

A competição começa oficialmente nesta quinta-feira 8, com a solenidade de abertura marcada para as 16h00 no Projeto Tamar, Oceanário de Aracaju. Mas a terça e quarta-feira são datas reservadas para a chegada das delegações. Nesta terça-feira, 6,  desembarcaram em Aracaju as delegações da Hungria e Alemanha. À noite estavam previstas as chegadas das delegações do Chile e na quarta-feira 7, desembarque da delegação da França.

Na quinta-feira 8, haverá treinamento oficial e reconhecimento do percurso, das 8h00 às 10h00.  Às 11h30 acontece o Congresso Técnico, no auditório do Hotel Orion. Às 16h00 abertura oficial do evento, no Projeto Tamar. Às 19h00 entrega de kits e chips, no Hotel Orion e às 20h00 o jantar de gala, no Restaurante Sal e Brasa.

Nos dias 9 e 10, realização das provas, na Orla de Atalaia, com início previsto paras 8h00. No dia 11 acontece o “Dia Cultural”, que é a data reservada para que os participantes do evento, tenham um contato maior com a cidade, conhecendo mais o seu povo, sua cultura, as tradições locais, com visitas aos pontos turísticos. Haverá um passeio marítimo à Croa do Goré. Ainda no dia 11 à noite, acontece a “Noite das Nações”, encerrando a competição.

Desembarque 

As duas primeiras delegações a pisar em solo sergipano foram a Hungria e Alemanha, com um total de 8 pessoas, entre eles atletas e técnicos e dirigentes. Eles foram recepcionados no Aeroporto de Aracaju por membros da organização do evento, com intérpretes e transporte, sendo conduzidos ao hotel, onde ficarão hospedados.

Logo no desembarque, a competidora Kamilla Nyers e sua técnica Ildikó Kamen-Juhos, da Hungria, demonstravam estar bastante felizes e ansiosas para o Mundial. Embora tenha tido cinco horas de rígido treinamento diário de ciclismo, natação e corrida, Kamilla, 16, que está na sua primeira competição internacional, disse que espera se divertir durante o campeonato.

“Espero me divertir bastante e aproveitar o mundial. Será uma experiência muito boa. Estou em Aracaju não só para competir, mas para ganhar experiência, com os demais concorrentes. Alguns desses atletas bem mais experientes do que eu”, diz Kamilla.

Técnica da Seleção da Hungria em competições escolares, Ildikó Kamen-Juhos disse que não houve um treinamento especial para essa competição no Brasil, mas que a preparação foi muito forte. “Nós treinamos cinco horas por dia, três dias de ciclismo e cinco nadando e correndo. Não houve uma preparação especial devido ao calor, pois na Hungria, o calor parece muito com o da cidade de Aracaju. Então, estamos meio que acostumados”, relata a técnica húngara.

O Campeonato Mundial Escolar de Triathlon é uma realização da International School Sport Federation, que conta com o apoio total do Governo do Estado de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e da Juventude (Seel), do governo municipal através de Sejesp e patrocínio da     KINDER + SPORT.

Fonte: Secretaria de Esporte

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA